PANTA MENTIU (DE NOVO): no conto dos 27, CRM desmente prefeito e diz que 20 dos 39 postos de saúde de Santa Rita seguem interditados; veja o vídeo

11:08 Manno Costa 0 Comments







Considerada uma de suas duas tábuas de salvação, além da retirada do lixo, a abertura de unidades de saúde, em Santa Rita, vem sendo tratada por Emerson Panta como sua menina dos olhos, vez que a letargia e a ineficiência do seu governo não permitem que a gestão esboce qualquer reação, às portas do seus seis meses de mandato.

A situação se torna ainda mais dramática à medida que o tempo passa e o prefeito sente a impaciência da população, face às suas promessas mirabolantes.

São inúmeros os exemplos da falta de ação de competência do atual governo santarritense, haja vista ao fato de que nada, ou quase nada, funciona na cidade.

A prestação de serviços essenciais é praticamente inexistente, diante do modelo centralizador e conservador que se desenha na atual conjuntura administrativa e com a precarização da mão de obra do funcionalismo público, patrocinada pela política repressora do atual governo, quando o prefeito parte para o ataque franco e aberto contra o servidor e suas categorias, usando a mídia numa tentativa vã de encobrir mentiras e desmandos.

Panta segue o exemplo de Adolf Hitler e de seu ministro da propaganda nazista, Joseph Goebbels, que dizia que “uma mentira repetida mil vezes, torna-se verdade”.


Na última sexta-feira (2), o prefeito, com microfone em punho, discursou às poucas pessoas de boa fé que se fizeram presentes à “reinauguração” da Unidade de Saúde

“Hoje já estamos reabrindo a vigésima sétima unidade de saúde”, disse Panta, no vídeo abaixo.

Veja:


Foi nessa onda de “plantar” verdades e tentar manipular a opinião pública que o prefeito sofreu uma de suas maiores vergonhas e foi desmentido categoricamente, em rede de televisão, pelo diretor do Departamento de Fiscalização do CRM-PB, João Alberto Moraes Pessoa, na manhã desta quarta-feira (7), em entrevista ao Bom Dia Paraíba.

Perguntado pela apresentadora Patrícia Rocha se as tais 27 unidades foram abertas, de fato, pelo prefeito Panta, Dr. João Alberto não se fez de rogado, e, com um riso envergonhado no canto da boca, respondeu, prontamente, que o CRM liberou “um ou dois” postos este ano.

Realidade muito distante do que Panta e sua gestão vêm propagando aos quatro cantos de Santa Rita;

“Liberamos um ou dois, mas a grande maioria dos postos continua do mesmo jeito, fechados”, disse.

E prosseguiu:

“Santa Rita é a terceira maior cidade do Estado e, consequentemente, com vinte postos fechados, ainda mostra claramente que a população está desassistida”.

Indagado por Patrícia com os números apresentados pela assessoria de comunicação da Prefeitura de Santa Rita de ter encontrado 37 postos fechados em janeiro e que a atual gestão reabriu 27, Dr. João foi enfático, o que tornou a vergonha do gestor santarritense maior ainda.

“Se essas 27 foram, deve ter sido novas unidades. As interditadas, continuam do mesmo jeito, não houve modificação nenhuma”, relatou.

Assista:

  
Com a atitude de não só esconder, mas de imputar a si e à sua gestão a autonomia de abrir unidades de saúde Santa Rita afora, Panta afronta o CRM, que detém a autoridade, de fato, para interditar e desinterditar os postos do município, fazendo com que a cidade siga com seus serviços de saúde paralisados, única e exclusivamente, por culpa e incompetência do governo municipal.

Santa Rita possui 39 unidades de Saúde, mais o CEO, das quais 20 permanecem fechadas.

17 delas já estavam abertas quando o prefeito assumiu, em janeiro.

Qual a necessidade de inventar números surreais assim??

Eu também gostaria de saber.

Já são quase seis meses.

Os argumentos acabaram, de modo que só restaram mentiras.

E essas já estão caindo por terra. Uma a uma.

0 comentários: