A PLACA E O POVO: Placa no chão e força da população nas redes sociais tira Panta da cadeira e faz obra do Binário do Tibiri 2 respirar

11:58 Manno Costa 0 Comments


A obra deveria ser a redenção do Tibri 2 e região.

Deveria.

Quando anunciada em março por Dr. Panta, o Binário do Tibiri 2 já havia sido iniciado em agosto de 2014 pela gestão anterior.

O médico ganhou até o recuo da cerca, fruto de uma ação do PR (Partido da República) junto à Infraero, há quatro anos.

Depois de simplesmente parar os acanhados serviços que havia iniciado, a gestão, questionada pela população, tentou usar a Energisa de escudo, afirmando que a concessionária de energia teria pedido um prazo de 270 dias (ou 9 meses) para a retirada de cerca de 10 postes que, com a abertura da segunda via, que margeia a cerca do aeroporto, ficaria no meio do corredor. Para dar continuidade, é preciso que os postes e a rede sejam relocados.

Panta foi desmentido prontamente pela Energisa, que afirmou bastar pagar pelos serviços solicitados que tudo estaria resolvido e a obra seguiria seu rumo.

Mas o prefeito seguiu calado.

Foi quando surgiu um personagem importante dessa história: a placa!!

Uma placa faraônica, instalada no viaduto da entrada do Tibiri, de tanto esperar pela obra que anunciava, caiu  de cansada.

Deu-se início a um movimento nas redes sociais, cuja repercussão envolveu toda população, que exigiu de Panta o cumprimento de sua obrigação e a conclusão da obra.

Nesse meio tempo, o prefeito já tomava pé de sua situação perante o povo, através de números que lhe foram revelados e entendeu o que estava se passando: a obra parada, a placa caída e as redes sociais aceleravam o derretimento do prefeito feito de chocolate amargo.

Desgastado, Panta recebeu números de uma pesquisa realizada para consumo interno que mostraram um índice de reprovação que causaram espanto ao ex-super-prefeito.

Na iminência de tomar um chocolate em outubro com a candidatura de Dra. Jane, Panta levantou, enfim, da cadeira e foi tirar umas fotos na terra remexida da cerca do aeroporto, e os postes, que só seriam removidos em 9 meses, prematuramente serão retirados com a força da graça e do sorriso do doutor. Só que não.

Crédito: Secom Santa Rita

Como sempre, Panta perdeu uma grande oportunidade de fazer a coisa do jeito, mas anunciou com toda aquela pirotecnia uma obra que teria começo "imediato", chamou a atenção que queria, parou a obra a troco de nada, tentou usar a Energisa de bode expiatório, e agora, a 60 dias da eleição, anuncia a famigerada obra que, em vez de cumprir com seu papel social, tem causado todos os transtornos possíveis à população que trafega na localidade.

Mais um capítulo da gestão desastrada e insossa e inoperante do prefeito que jurou de pé junto que mudaria a história da cidade e que só serve para um bom meme de internet.

0 comentários: